Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Blogs,
SEO e Monetização.

Guest Post

O que é o sistema Dockless de bicicletas?

Descubra como as bicicletas compartilhadas estão invadindo as ruas do Brasil

Você já ouviu falar no sistema Dockless de bicicletas. Esse sistema já é bastante popular ao redor do mundo, principalmente nos países europeus, onde as ruas são mais lineares e a possibilidade de locomover-se de bicicleta torna-se mais apropriada.

No entanto, o Brasil também está despontando como um grande entusiasta da nova tecnologia. Isso pode ser notado quando caminhamos pelas ruas e reparamos em modelos de bicicletas iguais, sempre estampados com a logo de uma marca privada. Dessa forma, o compartilhamento de bicicletas é formado.

Quer saber um pouco mais sobre o sistema Dockless de bicicletas, o que é de fato e como impacta a nossa sociedade? Então você está lendo o artigo correto! Continue até o final para saber de tudo!

O que é o sistema Dockless de bicicletas?

Antes de tudo, para que o artigo fique ainda mais claro, é indispensável saber o que é o sistema Dockless de bicicletas. Conhecido popularmente como um compartilhamento de bicicletas, o sistema permite que as cidades ofereçam o meio de transporte como uma solução de locomoção.

Para tanto, postos com as bicicletas são espalhados por diversas áreas da cidade. Os meios para pegar uma bike são inúmeros: pode ser por meio de um pagamento em uma banca mais próxima ou até mesmo em aplicativos para smartphones, que permitem o pagamento por meio de cartão de crédito.

Em grande parte, e especialmente no Brasil, a realização vem por parte de empresas privadas, que constroem ações para devolver à sociedade melhor condição de vida — um dos principais exemplos são as instituições financeiras.

No entanto, também é possível ver prefeituras oferecendo esse tipo de opção, colocando o preço o mais baixo possível e fazendo com que o sistema Dockless seja popular e acessível.

Como isso está impactando o nosso cotidiano?

O compartilhamento de bicicletas é uma das grandes histórias de sucesso do transporte em todo o mundo, inclusive no Brasil.

Além dos óbvios benefícios ambientais, de saúde pública e de congestionamento de substituir viagens de carro por viagens de bicicleta, o compartilhamento de bicicletas tem um histórico de segurança inigualável por qualquer outro sistema de transporte público. 

Mas o histórico excepcional de segurança do compartilhamento de bicicletas não é atribuído a um projeto específico das bicicletas — que são feitas por um punhado de empresas — ou a questões regulatórias, como leis de capacete. 

Isso porque, conforme esses sistemas foram implementados, eles foram acompanhados por decisões políticas dos líderes da cidade e engenheiros de transporte, para garantir que a infraestrutura cicloviária fosse aprimorada para corresponder aos seus investimentos.

Embora as viagens em bicicletas baseadas na estação sigam as tendências gerais de deslocamento, com picos pela manhã e à noite, as viagens de bicicleta Dockless aumentam à noite e nos fins de semana, sugerindo que essas viagens são para diversão e não para trabalho. Isso pode denotar que cada sistema está atendendo a necessidades completamente diferentes.

A agilidade dos sistemas Dockless os torna bons candidatos para oferecer opções em comunidades com poucas opções de transporte público. No entanto, apenas colocar bicicletas em um bairro não significa que os motociclistas certos tenham acesso.

Outra tecnologia que o Dockless está provando ser adepto a oferecer a passageiros em potencial pode ajudar ainda mais: a proliferação de e-bikes, que usam tecnologia de assistência elétrica alimentada por bateria para aumentar a força de pedalada.

As cidades também começarão a ver novos tipos de bicicletas compartilhadas de que atendem a uma variedade de habilidades, conhecidas como bicicletas adaptáveis.

Os sistemas de compartilhamento de bicicletas têm se mostrado investimentos essenciais que vão além do transporte, razão pela qual mais cidades deveriam trabalhar para regulá-los como um serviço público.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.