Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Blogs,
SEO e Monetização.

Blogger

Qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico?

Neste post você vai entender qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico.

O Google, em todo o seu poder tecnológico, representa duas fontes de tráfego completamente diferentes, mas igualmente valiosas para os profissionais de marketing: pesquisa orgânica e pesquisa paga.

Os métodos de obtenção de tráfego dessas duas fontes são conhecidos como otimização de mecanismos de pesquisa por meio do SEO ou dos links patrocinados.

Agora, vamos verificar as principais diferenças entre a pesquisa paga e a pesquisa orgânica.

Entenda qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico:

Tráfego orgânico

Quando você digita uma pergunta no Google ou em qualquer outro mecanismo de pesquisa, a lista de links que aparecem entre os anúncios é chamada de resultados naturais ou orgânicos.

Eles aparecem com base na qualidade e de outros requisitos do site e da página. O tráfego orgânico é considerado uma das a fonte de tráfego mais valiosa por vários motivos.

Confira a seguir alguns pontos importantes para entender qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico. Quanto a este último:

  • O Google gera o tráfego mais alto e é considerado uma fonte confiável para pessoas que estão procurando realizar uma compra.
  • O Google é muito específico quanto à sua posição e sua classificação nos 5 primeiros resultados para uma palavra-chave.
  • Estar no ranking é difícil e leva tempo, mas quando você chega lá, você colhe as recompensas por um longo tempo.
  • Os resultados da primeira página do Google (os 10 primeiros) recebem mais de 90% das visitas em todos os resultados de pesquisa do Google.

A desvantagem da pesquisa orgânica é que demora um pouco para indexar e realmente direcionar o tráfego daquela origem.

Na verdade, a competição há pouco mais de uma década não era tão acirrada, mas as coisas mudaram e os algoritmos estão cada vez mais inteligentes.

Nos dias de hoje, toda empresa tem um site. Sendo assim, a maioria dos webmasters estão pelo menos um pouco familiarizados com SEO.

O Google reprimiu o uso de palavras-chave em excesso e muitos métodos de SEO (contra suas regras e às vezes ilegais) que alguns profissionais de marketing usavam.

Para saber qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico, deve-se considerar que aumentar o tráfego orgânico e obter as melhores classificações leva tempo, perseverança e mais esforço do que no passado. Mas vale a pena. Veja:

  • Grande parte dos profissionais de marketing B2B dizem que SEO tem o maior impacto na geração de leads.
  • Em média, os leads na pesquisa orgânica têm uma taxa de conversão maior que para leads de outbound marketing.
  • A maioria dos consumidores está recorrendo à pesquisa orgânica para obter informações sobre produtos ou serviços.
  • Todos os meses, ocorrem mais de 10 bilhões de pesquisas no Google.

O Google não está apenas incorporado em nosso comportamento de compra, mas também em nossas vidas em geral.

Nesse contexto, a importância da otimização do mecanismo de pesquisa e do tráfego orgânico provavelmente não diminuirá.

Continue lendo para saber qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico.

Tráfego pago

Campanhas de pesquisa paga são feitas por empresas que pagaram para aparecer no topo dos resultados da pesquisa. Ou seja, acima daquelas que ganharam pontos na primeira página.

Apesar da caixinha ao lado do título que diz “anúncio”, muitos consumidores não sabem que é publicidade. Os anúncios que aparecem se integram perfeitamente aos resultados sem parecerem intrusivos.

Por esses motivos, a popularidade da pesquisa paga cresceu nos últimos anos, à medida que a pesquisa orgânica se tornou mais competitiva.

Em vez de esperar pacientemente que o SEO cresça, você pode pagar pela chance na primeira página e ser visto no Google instantaneamente.

O programa Google Ads é um dos sistemas de publicidade de pagamento por clique (CPC) mais amplamente utilizados atualmente.

Se você está executando sua primeira campanha do Google Ads, você pode direcionar uma tonelada de tráfego para suas páginas de destino muito mais rápido do que a pesquisa orgânica.

Então, agora você já sabe qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico.

Conclusão

Existem vantagens e desvantagens tanto no tráfego pago quanto no orgânico. Mas isso não significa que sejam excludentes.

Na verdade, pode levar de três a seis meses para uma mudança nas classificações de pesquisa orgânica. E a maioria das pessoas simplesmente não quer esperar tanto tempo.

Nesse sentido, a pesquisa paga ajuda a atrair visitantes para seu site hoje e também acelera o processo de otimização de suas páginas de destino para conversões mais altas.

Então, quando você pesa os prós e os contras da pesquisa orgânica versus pesquisa paga, analise sua programação e seu orçamento.

Se você está procurando os resultados mais lucrativos, vale a pena investir em ambos. Em geral, a pesquisa orgânica é mais lucrativa no longo prazo.

No entanto, com a personalização adequada para sua campanha paga e atenção à otimização da página de destino, o tráfego pago também pode ser muito no curto prazo.

Conseguiu entender qual a diferença entre tráfego pago e tráfego orgânico?

Espero que este conteúdo tenha ajudado!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.