Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Blogs,
SEO e Monetização.

Códigos Blog

Marketing na área médica: saiba o que faz a diferença

Trabalhar com o Marketing na área médica é algo relativamente específico. É importante entender que existem limitações e exigências nesse setor que não estão presentes em outros, além de compreender que os consumidores tomam decisões de formas muito únicas.

Portanto, é necessário entender o que realmente traz resultados dentro de uma estrutura publicitária pensada para o setor médico. Quer aprender? Então veja a seguir o que faz diferença no marketing na área médica!

5 pontos que fazem a diferença no marketing na área médica

1. Respeitar as determinações do CFM

Pensando na necessidade de divulgação de atuantes da área médica, o Conselho Federal de Medicina estipulou uma série de regras a serem seguidas para manter a ética profissional, enquanto possibilita aos médicos a publicidade de seus serviços. Inclusive, o CFM já atualizou sua plataforma com informações sobre o que é permitido e não é permitido nas redes sociais e sites. As regras vão desde como passar uma informação de saúde até sobre como apresentar o CRM e dados da clínica, quais cores e fontes é permitido usar, e sobre a exposição de pacientes online.

Entre no site do CFM para estudar a lista de permissões e proibições antes de montar uma estratégia de marketing para evitar penalidades como multas ou até cassação do CRM.

2. Marketing de Conteúdo

Ter um site é muito importante para que construa credibilidade na área médica, e também para passar informações importantes para seus pacientes, como serviços prestados, parceria com convênios, endereço e um breve currículo contando suas experiências nas áreas oferecidas.

Crie uma área para blog em seu site para trabalhar o Marketing de Conteúdo. Esta categoria do marketing foca em criar conteúdos de interesse para seu público, usando técnicas avançadas de escrita para ranqueamento nas ferramentas de pesquisa. Dessa forma, além de aumentar a demanda pelo agendamento médico, seu site se torna mais relevante em resultados de busca e aparecerá nos primeiros  lugares nas pesquisas.

3. Interações nas redes sociais

As redes sociais dominaram a forma de fazer marketing na internet, e isso vale para a área médica também. As pessoas cada vez mais anseiam por criar um vínculo pessoal com os profissionais de saúde, na esperança de ter um atendimento mais humanizado e diferenciado.

Por isso, é importante estimular esse vínculo emocional interagindo nas principais redes. A interação deve vir principalmente na forma de conteúdos informativos, dicas, conversas com seus seguidores e lives sobre temas específicos. Lembre-se de não quebrar os protocolos de ética do CFM e não agir de forma muito impessoal ou com opiniões controversas que podem faltar com a verdade.

4. Tráfego pago no Google

O Google tinha, há alguns anos, cerca de 100 bilhões de pesquisas mensais. Hoje em dia, esse número já dobrou. São, portanto, 77 mil buscas por segundo. Na prática, nos próximos 5 minutos que você passará lendo este conteúdo, 23 milhões de pesquisas serão feitas no buscador.

É um número gigantesco, não é mesmo? Fica até difícil de compreendê-lo adequadamente. No entanto, ele é real e dá uma noção de como o Google é uma excelente fonte de tráfego para o seu site.

Pensando nisso, vale a pena investir em tráfego pago para aparecer no Google quando o usuário faz pesquisas bem específicas. Por exemplo, suponha que você trabalhe com um sistema para clínica médica. Vale a pena investir em anúncios para pesquisas com termos como “software médico”, “programa de gestão de clínica” e outros parecidos. Essa ação trará resultados imediatos e qualificados.

5. Assessorias de imprensa

No Marketing Médico, autoridade é praticamente o conceito mais importante. Isso porque um médico ao ser visto como uma autoridade em um assunto faz com que ele tenha mais clientes em seu consultório ou clínica médica.

Mesmo que o resultado não se reverta imediatamente para ele, ainda assim aumenta a busca de pessoas naquele segmento, o que, geralmente, resulta em mais clientes em médio ou longo prazo.

Uma das melhores estratégias para conseguir autoridade online é investir em assessorias de imprensa. Na prática, isso significa criar uma relação positiva com órgãos de imprensa para aparecer em matérias jornalísticas sobre saúde.

Basta ver, por exemplo, quantos médicos e infectologistas passaram a ser citados em matérias sobre o novo coronavírus. Eles são procurados por serem especialistas no assunto e poder fornecer uma opinião científica sobre a questão. É um movimento normal.

Esse movimento pode ser estimulado em situações sem pandemia. Suponha, por exemplo, que você seja um médico especializado em Cardiologia. Mais de 400 mil pessoas morrem todos os anos de problemas cardíacos no Brasil. Você pode propor pautas para órgãos de imprensa sobre o assunto, explicando os dados e revelando como as pessoas podem se prevenir.

Pronto! Agora você já sabe o que faz a diferença no marketing na área médica e pode começar a organizar a estrutura da sua campanha publicitária com esses elementos em mente. Lembre-se sempre de investir em ações que trazem resultados e mensurar o desempenho obtido.

E aí, gostou do conteúdo? Deixe um comentário a seguir com a sua opinião!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.