Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Blogs,
SEO e Monetização.

Ferramentas

Ecommerce em 2021: conheça as tendências de mercado

O ano de 2020 foi muito bom para o mercado de vendas digitais no Brasil e no mundo. Somente no nosso país, o faturamento ultrapassou a marca de R$100 bilhões pela primeira vez. E, ao que tudo indica, o ano que acabou de começar também será muito positivo para o segmento. Por isso, é importante entender quais são as grandes tendências de ecommerce em 2021 para poder se planejar adequadamente para elas.

Em 2020, o e-commerce mundial foi impulsionado por causa da pandemia do novo coronavírus. Com as saídas de casa mais restritas, o público consumidor foi “empurrado” para o setor digital. No entanto, isso não significa que agora que as primeiras doses da vacina contra o coronavírus foram aplicadas, que o e-commerce vai diminuir de ritmo. Pelo contrário: essa situação apenas acelerou o processo de digitalização das compras. Isso porque esse processo já estava em curso e os elementos básicos que o sustentam (maior comodidade, mais opções, logística avançada) seguem de pé.

Quer aprender quais são as tendências de ecommerce em 2021 para poder usar na sua loja digital? Então siga a leitura do artigo abaixo!

6 tendências de ecommerce em 2021

1. VEXT

O desenvolvimento VEXT é uma das grandes tendências de ecommerce em 2021, especialmente no Brasil. Para quem não conhece, VEXT é uma plataforma de e-commerce SaaS, do tipo que funciona por assinatura. Basicamente, a VTEX oferece toda a estrutura que um lojista precisa para ter sua loja online, incluindo estrutura de pagamento, cálculo de frete, cadastro de produtos e muito mais. Para a empresa, a única obrigação é a de cuidar das vendas, com o serviço realizando todos os outros elementos.

Atualmente, a VEXT atende empresas como a Sony, McDonald’s, Nestlè, Ambev, Walmart e muitas outras. São mais de 1.500 clientes no Brasil e no mundo (vale lembrar que a empresa foi fundada aqui no país, em 1999, mas já ganhou o mundo e tem operações em vários países).

Um dos grandes destaques do ano será justamente o trabalho de desenvolvimento VEXT, que é a produção de plugins e ferramentas exclusivas para serem usadas dentro da estrutura. Como ela é muito popular, mas também concede grande liberdade de customização, é possível adaptar a estrutura para usá-la como melhor for necessário.

2. Voice Commerce

“Alexa, compre cerveja para mim”. Se você já viu esse tipo de comando em um programa de TV ou seriado americano, saiba que em breve ele chegará ao Brasil com maior destaque também.

Por enquanto, as assistentes de voz ainda não estão tão popularizadas no país assim. E, quem tem, ainda não usa o recurso para comprar em sites como a Amazon e outros. No entanto, a tendência é que essa tecnologia se popularize em 2021.

Assim, é bom começar a se preparar para que a sua loja digital esteja otimizada para receber as assistentes virtuais que recebem instruções por voz.

3. Re-commerce

Você já ouviu falar em re-commerce? De certa forma, é a versão digital dos sebos, brechós e outros produtos de segunda mão que fazem sucesso com os consumidores millennials. Afinal, a preocupação com o gasto de recursos é uma das principais desse tipo de consumidor.

Assim, as lojas virtuais podem diversificar a sua oferta de produtos usando um planejamento estratégico importante ao criar uma estrutura que permita recolher produtos usados dos clientes e revendê-los para outros consumidores.

4. Vídeos

O Vídeo Marketing é, hoje, um dos elementos mais importantes dentro do posicionamento digital de uma empresa na Internet. Por isso é importante usar essa ferramenta da maneira certa.

Hoje em dia, 87% dos consumidores procuram por um vídeo sobre o produto antes de comprá-lo em loja física ou e-commerce. Com o público millennial, essa porcentagem sobe para 92%.

Ou seja: é essencial ter vídeos dos seus produtos, preferencialmente na sua página de venda, para poder aumentar as chances de conseguir fechar negócio com o seu consumidor.

5. Diversidade de pagamento

Sua loja aceita pagamento via boleto e cartão? Provavelmente sim. Mas e PayPal? Apple Pay? Criptomoedas? Pix? Essas novas formas de pagamento devem ser implementadas para dar ao consumidor mais diversidade de opções.

6. Assinatura

Por fim, lembre-se de que existem várias maneiras de trabalhar com clientes na Internet e é importante ter um fluxo estável de renda. Por isso, o sistema de assinatura, em que o consumidor paga uma taxa mensal e recebe uma caixa com um produto ou algo do tipo, é uma excelente maneira de conseguir esses objetivos.

Pronto! Agora você já conhece 6 excelentes tendências de ecommerce em 2021 e já pode começar a preparar o seu negócio para elas. Dessa forma, sua estratégia de negócios será mais propensa a ter bons resultados, uma vez que você poderá surfar nas ondas do mercado e conseguir algumas vendas extras por causa disso. Assim, 2021 tem tudo para ser um bom ano para o setor de vendas digitais, com destaque para a sua loja!

Gostou das dicas? Então comente abaixo dizendo qual delas pareceu a mais interessante na sua opinião!

Conheça este e-commercE: Site sex shop e blog

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.