Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Blogs,
SEO e Monetização.

Redes Sociais

5 dicas de marketing digital para lojas de móveis

Todo gestor ou diretor de loja de móveis precisa conhecer algumas boas dicas de marketing digital para lojas de móveis. Isso porque esse é um segmento bem competitivo e com um contexto muito específico, o que faz com que nem toda estratégia conhecida ou usada no mercado funcione. Assim, é importante saber como se adaptar ao padrão do setor e poder montar as ações mais adequadas para a loja.

Hoje em dia, vemos um momento muito propício para lojas de móveis. A pandemia do novo coronavírus aumentou bastante o volume de reformas e vendas nessa área, especialmente pelo segmento digital. Assim, o marketing digital se torna uma ferramenta ainda mais importante para que uma loja desse segmento possa se destacar no mercado e conseguir aumentar suas vendas.

Se você quer aproveitar bem essa onda positiva, precisa conferir algumas boas dicas de marketing digital para lojas de móveis. Quer ver quais? Então siga a leitura abaixo!

5 dicas de marketing digital para lojas de móveis

1. Invista em Marketing de Conteúdo

Qualquer vendedor que já tentou negociar uma cozinha planejada com um cliente sabe que um dos maiores obstáculos para fechar uma venda em uma loja de móveis é a falta de conhecimento do cliente sobre o assunto. Afinal, o baixo nível de educação do mercado sobre os produtos de uma loja de móveis, suas funções, acabamentos e outros detalhes prejudica na hora de fazer a negociação.

Por isso, é importantíssimo que lojas de móveis trabalhem com o Marketing de Conteúdo. Há uma infinidade de assuntos a educar o lead e conseguir com que ele fique mais propenso a comprar (afinal, lead mais educado é igual a lead pronto para comprar).

Por exemplo, é possível ensinar como decorar uma casa, quais estilos existem e como conseguir colocar sua visão em prática. Também é possível dar dicas específicas para resolver certos problemas, além de explicar sobre as diferenças de revestimentos, materiais e derrubar outras objeções de vendas.

Para melhorar, o marketing de conteúdo para lojas de móveis pode ser feito de várias formas. Os artigos de blog estão entre as principais ferramentas, claro, mas também é possível criar podcasts, vídeos, infográficos e uma série de outros conteúdos excelentes.

2. Trabalhe com o retargeting

Os clientes de uma loja de móveis quase nunca compram de primeira. Ou seja: é muito comum que eles entrem na página do produto, olhem, coloquem no carrinho, calculem o frete, saiam e fiquem pensando naquilo por alguns dias.

Por isso, é essencial trabalhar com retargeting, a estratégia de mostrar anúncios para os clientes depois que eles passaram pelo seu site e não compraram.

Essa ferramenta ajuda a lembrar o cliente de fechar negócio, além de poder salvar uma compra perdida. Por exemplo, suponha que o consumidor entrou na página de uma poltrona, colocou o item no carrinho, mas não comprou. Talvez o problema tenha sido o preço do frete? Que tal oferecer frete grátis em um anúncio? Não vendeu? Então ofereça a mesma poltrona em outra cor. Faça vários testes para tentar encontrar a oferta certa para converter aquele cliente.

3. Combine orgânico com pago

Investir em anúncios é uma ótima forma de atrair novos clientes para a sua loja, mas não é a única. O ideal é combinar tráfego orgânico e pago, sabendo que ambos trazem resultados por vias diferentes.

Por isso, cuide da parte orgânica garantindo um site funcional, bem programado, com bom SEO e com conteúdo que atraia visitantes. Ao mesmo tempo, use as vantagens do tráfego pago para potencializar seu negócio.

4. Faça parcerias com influenciadores

Alguns segmentos são naturalmente ótimos para trabalhar com influenciadores. As lojas de móveis estão entre elas. Isso porque influenciadores causam grande impacto nesse segmento, além de terem flexibilidade para atuar de várias formas.

Por exemplo, é possível contar com uma parceria com um influenciador que lide com o público consumidor. Ele pode mostrar uma cadeira, uma mesa, enfim… alguns itens da sua loja para o público comprar.

Ao mesmo tempo, é possível trabalhar com influenciadores de arquitetos ou decoradores. Eles podem fazer outras estratégias que coloquem a sua loja como foco principal para esses profissionais.

5. Não despreze o poder do e-mail marketing

Por fim, nunca despreze o poder do e-mail marketing. É verdade que recebemos dezenas de emails todas as semanas, de várias lojas e outros tipos de empresa. Como muitos são deletados, dá a impressão qu

essas estratégias não funcionam.

No entanto, isso não é verdade. O e-mail marketing é uma ligação direta com o seu consumidor. Se bem usado, como é o caso de vários e-commerces pelo Brasil, pode transformar uma base de alguns milhares de leads em uma fonte de renda estável.

Essas são as principais dicas de marketing digital para lojas de móveis. Sabendo como trabalhar com esse conceito e essas estratégias, sua loja conseguirá aumentar o fluxo de visitantes e, consequentemente, o de vendas em pouco tempo. Assim que tiver um bom fluxo de visitantes orgânicos e pagos, o último passo será testar maneiras de aumentar a conversão para ampliar suas vendas.

E aí, gostou do conteúdo? Então comente abaixo com a sua opinião sobre o tema!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.