Dominio: codigosblog.com.br
Chave: af255c39c6cbf2ba03ac5b531649215539d8d61a
Hora do cache: 1490295728
Vida do cache: 1490554928
Status: 1
Mensagem: Licença válida
Chave do Pedido: 11808bbc6205bade68f0b70c302eaa74d4305945
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Junte-se a 22.515 pessoas que
decidiram aprender tudo sobre Blogs,
SEO e Monetização.

Hospedagem - 728 x 90

Dicas

E se o Google e o Facebook morrerem?

249-artwork-focus

Você já parou para pensar no seguinte: o Google e o Facebook simplesmente desaparecem “das internets”, o que você faria? Pois é, eu entendo que a pergunta seja um pouco complicada. Muita gente, nos dias de hoje, se o Facebook ou o Google acabassem, sumissem, ele simplesmente iria ficar pobre, e sabe porque? Porque ele não tem uma forma real e funcional de prender os leitores interessados em seus blogs. Muitas pessoas usam o Google Adsense para monetizar seus blogs (isso não é nada errado), mas geralmente essas pessoas não tem costume de fidelizar seus leitores, importando somente que os caras cliquem em seus banners e nunca mais voltem.
Esse pessoal gera tráfego usando o Google Adsense e/ou o Facebook. Muitos ganham MUITA grana com esse tipo de tráfego pois recebem muitos cliques. Agora imagina só se acontecer o que falei no título deste artigo? Essas pessoas vão de grandes publishers para um “zé ninguém” rapidinho.

O QUE EU FAÇO PARA NÃO TER ESSE PROBLEMA?

Eu também uso o Google Adsense nos meus projetos, embora prefira muito mais trabalhar com infoprodutos pois rendem infinitamente mais em determinados nichos de mercado. Mas independente de como se monetiza um projeto, ter tráfego constante é extremamente importante, e é por isso que eu dependo o menos que eu puder de fontes de tráfego que eu não controlo, vide Facebook e Google.

O segredo aqui está na captação de emails. Eu tenho atualmente (estou escrevendo este artigo no dia 28/06/2013) uma lista com 2500 assinantes no Blog na Carteira (meu principal projeto), e cada envio que eu faço tem cerca de 30% de abertura, e dos que abrem cerca de 30% clicam para acessar o artigo que eu divulgo. Ou seja, cada envio que eu faço eu gero, em média, 200-250 acessos no projeto.

Isso é fantástico, pois esse é um re-tráfego, é um tráfego que eu jamais teria se não estivesse criando minha lista de emails. Outro ponto importante para frizar é que é um tráfego “a mais”, já que o tráfego que eu tenho do Adsense ou Facebook continua acessando o projeto normalmente.

Para resumir: não dependa de fontes de tráfego que você não controla! Se amanhã ou depois o Google e o Facebook acabar, eu ainda vou ser capaz de gerar tráfego para o meu projeto e fazer muitas vendas, pois nem 5% da galera que está na minha lista já consumiu algo que eu recomendo. Isso é fantástico, e não tem como dizer o contrário.



De um play no vídeo abaixo e aprenda a Criar blogs Profissionais




Gostou deste artigo? Ajude nosso projeto.
Compartilhe em suas redes sociais nos botões abaixo:

3 Comentários

  1. Olá Arlindo!

    Acho que o Google e o Facebook, afinal mesmo que eles falissem, irão estar sendo observado por vários investidores e empreendedores. Ninguém seria bobo de deixar o Google e o Facebook como os melhores sites e investimentos da Web, passar despercebido. rsrs

    Acho que criar seus produtos também é legal para não ter um problema com uma “crise dos blogs”, seja porque o Google Adsense não esta funcionando ou porque sua fonte de monetização no blog já vai acabar. Criar e-books, Consultorias, etc. Assim, mesmo com problemas de monetização, ainda terá seus produtos que você poderá vender e ganhar pelo menos um pouco encima disso.

    Um Abraço!

  2. muito boa essa postagem, eu também faço as listas de emails a anos, e sempre me serviram em vários momentos.

  3. Juan de Souza disse:

    Ótima dica, parabéns por mais um post de qualidade!!!
    Sucesso!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.